Nome:
Email:
Para finalizar seu cadastro CURTA NOSSA FANPAGE (clique no botão abaixo) e receba diariamente as notícias sobre mercado financeiro e educação financeira que acontecem no Brasil e no Mundo!
stickyimage

Mude hábitos e economize 45% no combustível e na luz – Diário de Santa Maria

Com gasolina e energia mais caras, 10 atitudes podem reduzir o consumo de luz e gasolina, diesel ou álcool
Jaiana Garcia

Especial

Com preços maiores em gastos básicos, como energia elétrica e combustíveis, chegou a hora de o consumidor comum agir como empresário: tentar reduzir custos para que o mês não termine em prejuízo. As famílias precisam buscar meios para planejar o orçamento sem que haja furos. A cultura da educação financeira e do planejamento ainda é muito pequena no Brasil. Nesse sentido, a recessão pode obrigar o cidadão a aprender a se planejar, evitando que gastos pequenos e diários prejudiquem investimentos necessários e até prazerosos.

Tudo é uma questão de mudança de atitudes, garante o economista e professor do curso de Economia da Unifra, Alexandre Reis. O uso consciente é um imperativo, caso contrário, essas contas podem causar um choque na renda familiar. Ele estima que os preços podem subir ainda mais e que outros produtos, como alimentos, por exemplo, também devem sofrer o impacto do aumento da energia e do combustível nos próximos meses.

– Abrir mão de certos hábitos e confortos não é fácil, por isso a mudança precisa ser lenta e gradativa. Mas, quem sabe, a gente não percebe que não é tão ruim assim andar de bicicleta às vezes ou tomar um banho mais rápido?

A auxiliar administrativa Kate Valau, 27 anos, e o operador de máquinas Alexander de Freitas, 28, já estão adotando novos hábitos na família. O carro tem ficado mais tempo na garagem e a moto passou ser a primeira opção.

– Na última semana, abasteci R$ 20 e andei 87 km com o carro. Depois do aumento, coloquei os mesmos R$ 20 em gasolina e percorri 66 km. Vou usar o veículo só em caso de muita necessidade, mesmo – avalia Freitas.

A esposa tem cuidado o tempo que a filha de 8 anos fica no chuveiro. Além disso, eletrodomésticos que são pouco usados, como a chaleira elétrica e o micro-ondas, ficam desligados da tomada durante todo o dia:

– Quando nos mudamos, nem pensamos em colocar ar-condicionado. O gasto é muito grande, então optamos por ficar só com o ventilador – afirma Kate.

Economize na conta de luz mudando cinco hábitos

Várias medidas podem ser tomadas a curto prazo e sem custo extra para que a conta de luz do próximo mês não seja motivo de susto. E quem quiser manter o conforto e a praticidade que os eletrônicos e eletrodomésticos oferecem terá que pagar por isso.

O engenheiro eletricista Rafael Beltrame, professor do curso de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), afirma que uma família de quatro pessoas pode economizar 38% da conta de luz seguindo algumas dicas fáceis. Supondo que essa família consuma cerca de 450kWh e pague cerca de R$ 230 por mês (R$ 2.760 em um ano), R$ 101,69 em 12 meses são poupados apenas retirando os aparelhos eletrônicos da tomada ao ir dormir.

De acordo com o engenheiro, os aparelhos que possuem maior potencial de consumo de energia são o chuveiro elétrico e o ar-condicionado. No inverno, aquecedores completam a lista dos vilões, cujo consumo deve ser moderado. Em valores atuais, a economia estimada mudando os hábitos abaixo chega a R$ 87 ao mês, mais de R$ 1 mil em um ano.

Saiba mais: http://diariodesantamaria.clicrbs.com.br/rs/economia-politica/noticia/2015/02/mude-habitos-e-economize-45-no-combustivel-e-na-luz-4695755.html

Classifique!

Deixe um comentário

Obrigatório

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

©2013 EduFin - O mais completo Portal de Educação Financeira
O EduFin presta apenas o serviço de disseminação de informação, ressaltando que não faz qualquer tipo de recomendação de curso, investimento, livro etc. Portanto não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes. Leia os termos e condições de uso