Nome:
Email:
Para finalizar seu cadastro CURTA NOSSA FANPAGE (clique no botão abaixo) e receba diariamente as notícias sobre mercado financeiro e educação financeira que acontecem no Brasil e no Mundo!
stickyimage

#FicaDica – Morando sozinho

Chega uma hora na vida em que precisamos tomar decisões importantes: a de morar sozinho é uma delas. Seja porque está na hora de conseguir o nosso próprio espaço ou então porque iremos morar em outra cidade para trabalhar ou estudar.

É neste momento que nossa mente é invadida por milhares de perguntas sobre o que está por vir. São várias as dúvidas e inseguranças. Mas, com um pouco de organização e planejamento, dá para passar por cima de tudo isso.

Você deve pesar tudo: se irá sair da casa dos seus pais para morar sozinho ou morar com amigos, namorado (a). A quantidade de pessoas que irá pagar pelas contas da casa é um número importantíssimo!

Coloque na ponta do lápis tudo que será gasto com essa decisão. Comece enumerando o que você acha que é necessário ou não na sua casa. Lembre-se: já que decidiu dar início a uma vida nova, e agora tudo depende de você, é preciso priorizar aquilo que é essencial. Vale pensar quais são as suas reais necessidades.

Por exemplo, você já pensou quais são os eletrodomésticos que você não pode deixar de ter? Uma geladeira pode variar de R$ 1.300,00 até R$ 2.500,00; um fogão um pouco mais em conta, de 4 bocas, fica em torno de 500,00 reais; um modelo mais barato de máquina de lavar roupas custa aproximadamente 800,00 reais.  Uma maneira de economizar é tentar encontrar esses artigos de segunda mão, mas tome cuidado e verifique se os aparelhos estão em pleno funcionamento; senão, é dor de cabeça na certa!

Os mesmos critérios cabem à qual mobília será necessária no seu novo lar. Cama, sofá, mesa, cadeiras, televisão, computador, enfim, tudo precisa de uma lista de comparação de preços, sempre priorizando a necessidade do que vai ser comprado.

Algo que deve ser levado em consideração na hora das suas compras é o tempo que você ficará em casa e, então, o quanto será usado desses móveis comprados.

Outra dica também é pesquisar se os aparelhos domésticos têm a opção econômica. Por exemplo, uma máquina de lavar de modelo econômico gasta menos água e isso no fim do mês pode ser um bom resultado nas suas contas!

Pensando já nas contas, gastos básicos como água, luz e gás são fundamentais. Em relação à água, você pagará a taxa mínima estabelecida na sua cidade. O valor cobrado é sempre progressivo. Existe um consumo mínimo padrão de 10 mil litros de água com um valor fixo. A partir daí, existem faixas de consumo variáveis. Em São Paulo, a taxa mínima gira em torno de R$ 20. Se morar em prédio, é provável que a água já entre como conta no condomínio, assim como o gás.

Se você trabalha e fica fora o dia inteiro, vai gastar super pouco com energia elétrica em um apartamento pequeno e sem luxos. Coisa de R$50 por mês. A média de gastos em uma casa com uma pessoa gira em torno de R$70. É legal você dar uma olhada na conta de luz de onde mora e dividir pelo número de pessoas para ter uma noção, mas esse valor provavelmente vai variar e serve somente como estimativa. Na dúvida, calcule para cima.

Morar sozinho expressa liberdade, mas significa também os juros cobrados pela maioria dos serviços. O maior deles é o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano); o valor varia de acordo com a região. Contabilize isso e diminua do seu orçamento mensalmente. É possível você conseguir desconto pagando à vista.

Sempre faça uma lista de compras antes de ir ao supermercado para evitar cair em armadilhas ou desejos de última hora. Hoje, em uma cidade grande, comendo em casa você economiza aproximadamente R$ 400,00. Porém, não vale a pena estocar comida morando sozinho, sempre dá preguiça de cozinhar só para um. E é muito importante levar em conta seus hábitos alimentares, para evitar problemas no organismo que resultem em compras à farmácia.  Ah, essa lista vale também para produtos de limpeza e higiene pessoal!

É imprescindível moderar gastos a mais, como com roupas, livros, DVDs, e outras coisas. Tudo o que você puder poupar, seja R$ 1, R$ 10 ou R$ 100, é muito importante. Por mais que você tenha suas contas fixas, existem gastos que sempre aparecem: uma consulta inesperada ao dentista, uma torneira que precisa ser consertada… São coisas pequenas que podem estourar o orçamento se você não tiver uma pequena poupança para esse tipo de imprevisto.

Pense na localização da sua próxima residência: procure um lugar que seja próximo do seu trabalho ou de onde você estuda, assim, você poderá economizar com o transporte e tempo gasto no trânsito.

Sem contar talvez o fator mais importante: normalmente você que está indo morar sozinho não deve ter sua casa própria, então gastará com aluguel. E sem pagar aluguel você não irá precisar pensar em nenhuma dessas dicas.

Depois de todos esses pontos pense bem e não se precipite ao sair de casa, pois não será nada fácil! Aja com consciência das suas escolhas e faça uma coisa de uma cada vez. Economize sempre que puder e gaste somente com o necessário, e com certeza vai dar tudo certo nesta nova fase!

Classifique!

Deixe um comentário

Obrigatório

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

©2013 EduFin - O mais completo Portal de Educação Financeira
O EduFin presta apenas o serviço de disseminação de informação, ressaltando que não faz qualquer tipo de recomendação de curso, investimento, livro etc. Portanto não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes. Leia os termos e condições de uso