stickyimage

Saiba como se preparar para ter estabilidade econômica na aposentadoria

Saiba como se preparar para ter estabilidade econômica na aposentadoria

A expectativa de vida do brasileiro cresceu muito, nas últimas quatro décadas aumentou 25 anos, sendo, hoje, 73,4 anos em média, de acordo com o Censo do IBGE de 2010.

A EduDica da semana quer ajudar você a planejar este futuro que esperamos que seja muito longo. Um dia, todo mundo quer parar de trabalhar, ou, pelo menos, não continuar com a mesma rotina pesada e cansativa que leva há anos e mudar para alguma coisa que exija menos tempo e esforço, logo, rende menos.

Para isso, todo mundo conta com a aposentadoria, mas, você já sabe como ela funciona? E, só a aposentadoria garantirá que você mantenha seu padrão de vida?

No site da Previdência Social (http://www.previdencia.gov.br), nós podemos encontrar, entre muitas outras informações, os seguintes dados: hoje, a lei diz que para ter direito à aposentadoria integral, o homem deve comprovar pelo menos 35 anos de contribuição e a mulher, 30 anos. Se quiser parar antes, a aposentadoria proporcional exige que o trabalhador combine dois requisitos: tempo de contribuição e idade mínima. Para os homens é necessário ter 53 anos de idade e 30 de contribuição, para as mulheres, 48 anos de idade e 25 de contribuição, e, ambos precisam ter pagado 40% do tempo que faltava para atingir o tempo mínimo de contribuição em 16 de dezembro de 1998, quando houve a mudança da lei. Há ainda a necessidade de cumprimento do período de carência, que corresponde ao número mínimo de contribuições mensais indispensáveis para ter o benefício.

Existe também um simulador (http://www.mpas.gov.br/conteudoDinamico.php?id=380) que calcula quanto irá receber, de acordo com o quanto contribuiu. É importante saber que, por maior que seja o seu salário e sua contribuição, o teto da aposentadoria hoje é de R$ 3.916, ou seja, independentemente de quanto recebe, as mudanças serão muitas e, para não sofrer uma queda muito brusca no padrão de vida atual, é necessário se preparar e economizar.

Mas, quanto guardar? A partir de que idade? Bom, como todo investimento, quanto maior o tempo, maior o rendimento. A maioria das Instituições que oferece o serviço de Previdência Privada disponibiliza simuladores para realizar estes cálculos.

Para começar, é necessário tentar prever uma média de quanto gastará para viver mais o quanto deseja ter a mais para realizar os planos que fez para esta fase da sua vida, descobrir quanto tempo tem até lá e, então, calcular o quanto será necessário guardar. Conhecer os tipos de previdência e até outros tipos de investimentos que podem te ajudar a alcançar este valor também é fundamental, pesquise e se informe sempre!

Também não podemos esquecer que não é só a conta bancária que sofrerá alterações, as mudanças virão de todos os lados e aceitar e se adequar a elas pode garantir a conquista da estabilidade, mas isso é assunto para uma outra EduDica!

Até semana que vem!

Classifique!

Deixe um comentário

Obrigatório

©2013 EduFin - O mais completo Portal de Educação Financeira
O EduFin presta apenas o serviço de disseminação de informação, ressaltando que não faz qualquer tipo de recomendação de curso, investimento, livro etc. Portanto não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes. Leia os termos e condições de uso