Nome:
Email:
Para finalizar seu cadastro CURTA NOSSA FANPAGE (clique no botão abaixo) e receba diariamente as notícias sobre mercado financeiro e educação financeira que acontecem no Brasil e no Mundo!
stickyimage

Emenda que muda o cálculo da aposentadoria pode ser votada nesta semana – Estado de Minas

pro Marinella Castro

A regra de reajuste das aposentadorias de acordo com a inflação, em vigor desde 1991, tem sido responsável pelo rebaixamento de milhares de aposentados ao vencimento mínimo. Segundo a Confederação Brasileira de Aposentados e Pensionistas (Cobap), neste ano, 362 mil viram o benefício encolher e passaram a engrossar o percentual que recebe o menor patamar nacional. A cada ano, a equação se repete. Em 2014, cerca de 400 mil desceram a pirâmide e migraram para a classe de rendimento mais baixo. A política que tenta igualar o modelo de reajuste das aposentadorias às mesmas regras do salário mínimo deve retornar aos holofotes esta semana, já que existe a chance de ser votada na Câmara. Na semana passada, a emenda foi retirada da pauta.

Enquanto o salário mínimo é reajustado pela inflação acumulada no ano anterior mais a variação do crescimento da economia de dois anos antes, as aposentadorias são corrigidas apenas por índice que mede a evolução do custo de vida. Dos cerca de 32 milhões de aposentados e pensionistas, perto de 22 milhões recebem o equivalente a R$ 788. Levantamento feito pela Associação Nacional dos Servidores da Previdência e da Seguridade Social (Anasps), aponta que o número de beneficiários que recebem o salário mínimo é de, aproximadamente, 71%. Em 2005, eram 67,8%, quando 16,3 milhões de segurados recebiam o piso nacional. Em 2003, o percentual era de 65%. O crescimento que vem ocorrendo a cada ano reduz gradativamente o poder de compra dos inativos, o que leva um quarto dos aposentados brasileiros a permanecer no mercado de trabalho para complementar a aposentadoria.

Saiba mais: http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2015/03/16/internas_economia,627912/aposentadoria-menor-com-o-passar-do-tempo.shtml

Classifique!

Deixe um comentário

Obrigatório

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

©2013 EduFin - O mais completo Portal de Educação Financeira
O EduFin presta apenas o serviço de disseminação de informação, ressaltando que não faz qualquer tipo de recomendação de curso, investimento, livro etc. Portanto não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes. Leia os termos e condições de uso